A marca Vânia Ladeira surge como proposta bem definida no ramo da joalheria, apoiada na formação acadêmica de sua criadora em Artes Plásticas e nos cursos que fez nas áreas de design e da confecção de joias. A criação das peças e sua materialização em metais e pedras preciosas é um experimento de feitura única e exclusiva. Em cada peça a designer estabelece sofisticada associação entre o conhecimento e a sua interpretação da arte e técnica da joalheria. As joias expressam estreita e indispensável ressonância com a personalidade e desejos do cliente, seus valores e sentimentos. A criação de cada joia materializa uma ponte entre o clássico e o contemporâneo, história que ultrapassa o tempo e não se perde em modismos.

A artista

Nos momentos em que ouvimos a expressão “artista plástico” para se referir a alguém, nossa mente logo nos remete a figuras como pintores, escultores, fotógrafos e desenhistas, mas o vocabulário da arte vai além dessas nomenclaturas tradicionais, é o que garante Vânia Ladeira. Com formação em artes plásticas, pela conceituada Universidade de Brasília, a designer mineira decidiu deixar sua assinatura fora das telas em paredes e galerias, optando por aplicar suas técnicas em matérias-primas de maior valor e longevidade, como ouro e prata, combinando-as em peças artisticamente ornadas com pedras preciosas.

Nascida em Barroso, Minas Gerais, Vânia mora em Brasília há 20 anos e aqui acabou se identificando plenamente com a cidade e sua geografia urbana. Casada e com dois filhos, a joalheira escreveu sua história profissional nas “asas do avião”, onde muitos passageiros reconhecem o estilo barroco e exclusivo de suas peças. Como boa mineira, foi criada aprendendo a fazer trabalhos manuais. Desde pequena, costurava, desenhava, pintava e bordava, mas foi no garimpo de seus irmãos que a designer se apaixonou pelas joias.

Vânia exibe seus trabalhos em uma loja própria na 213 Norte, onde mantém seu atelier e seu centro de produção, mas atende também clientes em Paris, Nova York, São Paulo e Belo Horizonte. Tudo é desenhado por ela e cada peça é única. “Não faço produção em série, gosto de trabalhar as joias como uma obra de arte, por isso, cada peça é diferente da outra. Os clientes prestigiam nosso trabalho porque eles gostam do que é exclusivo”, observa a designer. Na lista de clientes da marca perfilam professoras universitárias, empresárias, políticos, procuradores, médicas, juízas, trendsetters, além de personagens destacados da sociedade brasiliense, muitos deles na condição de admiradores e colecionadores das peças.

Entre os trabalhos produzidos pela designer estão colares, anéis, brincos, pulseiras, patuás, abotoaduras, pingentes e suas mandalas. Além destas peças, a empresária promove a criação personalizada de alianças com a participação dos próprios noivos, que podem, inclusive, ajudar na criação do modelo e até na confecção das peças.